terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

À moda antiga



♫ (...) Everything you are is everything to me
These are the moments, I know heaven must exist
These are the moments, I know all I need is this
I have all I've waited for
And I could not ask for more... ♪
I could not ask for more - Edwin McCain

Meu amor é daqueles à moda antiga, eu me declaro, faço serenatas, roubo flores nos jardins por onde passo, crio versos, rabisco o nome dela junto ao meu e um coração nas folhas do caderno, olho para as estrelas pensando nela, suspiro ao ouvir sua voz, meus olhos brilham ao vê-la chegar, meu corpo treme com sua aproximação. Podem me chamar de antiquado, mas eu gosto desse jeito, gosto de pintar um sorriso no rosto dela quando faço poemas com seu nome, o riso dela faz cócegas na minha alma.
A cada dia que passa eu sinto como se me perdesse de mim para me encontrar nela. Numa noite de brisa leve, cheirando a paixão e colorida de beijos eu a disse:
- Te dou o meu coração... queria dar o mundo. Queria dar a lua, os planetas, o sol... queria roubar a galáxia, embrulhar para presente e te entregar.
- Se eu tenho seu coração, eu não preciso de nada além disso - ela me respondeu.
- Você vai cuidar bem dele?
- Até mesmo quando você arranhar o meu que está nas suas mãos.
Ela sempre soube responder às minhas declarações com essas frases que me tiram o ar e me fazem flutuar. Enquanto meu coração está seguro nas mãos dela, o dela pulsa aqui comigo e a cada segundo bombeio mais amor para ele.
Me mantenho sempre a meu modo de agir, sentir e demonstrar.
Assim que completamos três anos juntos, eu percebi que o passado que existiu antes dela se tornou desconhecido e sem valor e quando olho para frente, ela está comigo.
Foi em uma viagem de trem que fizemos, enquanto o sol de fim de tarde tentava atravessar o vidro e aquecer cada passageiro antes de dizer adeus, que eu me ajoelhei ao lado dela, abri a caixinha com o anel e perguntei:
- Você aceita ser oficialmente a Sra. Dona do meu coração?
Ela sorriu a medida que seus olhos marejaram e respondeu:
- Se existe outra resposta além de "sim" eu não conheço.
Garanto que se ela não tivesse cuidando muito bem do meu coração, ele, literalmente, explodiria de felicidade e jorraria pingos de emoção no momento que coloquei o anel em seu dedo.
O que mais eu posso querer? Eu tenho mais do que pedi, mais do que esperei a vida toda.
Agora as estrelas sorriem no céu, irradiando seu brilho sobre nós.
Meu amor é daqueles à moda antiga, sabe? Se é piegas, bom, nada poderia ser melhor que isso.

Nenhum comentário: