terça-feira, 14 de junho de 2011

Uma canção para você



♫ (...) And I promise you kid that I'll give
So much more than I get
I just haven't met you yet... ♫
Haven't met you yet - Michael Bublé

Escrevi uma canção para você, uma canção que enaltece todas as suas qualidades. Escrevi para ti a canção mais bonita, o poema mais suave e o ode mais puro de todos. Usei de palavras tenras para acariciar seus ouvidos e acalentar seu coração. Brinquei com as notas, sussurrei acordes líricos que flutuaram e se esconderam nas entrelinhas, segui o compasso, fiz arranjos para te fazer sorrir, inventei ritmos.
Ensaiei a harmonia dos sons para que tudo ficasse perfeito para ti, escalei uma orquestra magnífica para tocar a mais bela serenata a você.

A cada vez que fecho os olhos eu te vejo, seu perfume vem até mim, sua voz e seu riso singelo se fazem presentes e me abraçam como o vento ao redor. Eu vejo a cena diante de mim, como um filme sem roteiro, feito apenas de improvisos e palavras mudas. Sinto seu toque em minha mão e quando abro os olhos a realidade volta a mim. O nada me cumprimenta e o gosto doce do devaneio se torna amargo.

A canção solitária no papel se entristece por não ser cantada, as notas perdem o tom e a melodia se ensurdece. O timbre procura a intensidade que se vai junto com a esperança. A partitura me questiona quando o ensaio termina e a quando a sinfonia verdadeira começa... mas eu não tenho resposta, minha voz se perde num falsete desafinado e se cala de vez. Quando a canção sairá do papel? Anseio por essa resposta também.

E mais uma vez mergulho em pensamentos sobre você, me deleito nos breves momentos de calmaria que eles me trazem enquanto te sinto comigo. E é nesse mundo onírico que eu canto para ti a canção que compus... declamo os versos, encontro as vozes perdidas e volto ao que é real antes do fim da canção...

Escrevi uma canção para você, mas você é apenas fruto da minha imaginação. Ainda não te encontrei. Ainda não sei teu nome, não conheço teu rosto, não sei o gosto do teu beijo... minha canção apenas espera, os versos mudos aguardam sua chegada.
Meu coração bate no ritmo do dó-ré-mi que ensaiei para ti... mas minha canção só se fará completa quando me trouxeres o fá-sol-lá-si.

Pauta para Suas Palavras



6 comentários:

renatocinema disse...

Poesia pura.........Amei. O texto que mais apreciei no site.

Parabéns.

Tempestade disse...

Nossa, lindo...uma canção que será quase uma prece.

Abraços

Nina

HComunic disse...

e quer saber de uma coisa? de tanto imaginar, sonhar, desejar... alguém exatamente igual aos nossos anseios aparece ;)

Anne Lieri disse...

Rodolpho,conseguiu fazer uma maravilhosa melodia de amor nesse texto!Parabéns pela sua participação!Bjs,

Jessica disse...

Mas que belo..

Uma canção ao que ainda não conheço!

Lívea Colares disse...

Um dos textos mais lindos que já li nesse blog! Parabéns!